6th set, 2011

WORDS FOR THOUGHT

There is an old lady who lives down the hall,
wrinkled and gray and toothless and small.
At seven already she´s up.
Going from door to door with a cup.
“Do you have any sugar?” she asks,
Although she´s got more than you.
“Do you have any sugar?” she asks,
Hoping you´ll talk for a minute or two.

Responses

Let’s talk, let’s dream! Thanks God it’s free yet! :)
(Forgive mistakes, teacher!)
Ana Paula Mogetti

Ana,
Thank you for making comments in English! I loved it! :-)
Did you like the poem? The message is very true for many old people and I do feel sorry for them.
Kisses,

Esse poema me deixa muito triste, pois fala da realidade de muitos idosos que às vezes só querem um pouco de atenção e companhia.
Hoje existem muitos idosos que são abandonados por suas famílias em asilos onde às vezes sofrem até maus tratos nesses lugares. Essas pessoas que possuem idade avançada não mereciam serem maltratas e nem abandonadas pela própria família, alias ninguém merece né!
Isso tudo é muito triste e revoltante, pois eles pelo menos deveriam receber um pouco mais de respeito, pois ninguém merece ficar sozinho sem ninguém que te sirva de companhia e que até cuide de você no momento em que você precisar, por isso eu fico muito indignada com o que acontece com eles e como eles são tratados.

Nome: Sabrina do Nascimento
Nº: 28
Turma: 2003

OOOOWN, que gracinha e que peninha. ):
Confesso que de início nem prestei muita atenção ao poema, mas sim na imagem do filme “Howl no Ugoku Shiro”, ou “O Castelo Animado”. Gosto muito desse filme. *-*

Mas o poema é lindo mesmo. .-.

Não gostei muito do poema. Achei triste. Não gosto de textos tristes. Mas esse poema é a realidade de muitos vovôs e vovós por ai. Muitas vezes nem a própria família do idoso importa-se com ele; o engraçado é pensar que os idosos antigamente eram símbolo de sabedoria e respeito, mas hoje parece ser apenas um exemplo de como a vida passa e o que os prolemas fazem com as pessoas.
O poema é triste… Mas é legal.
Nunca havia lido um poema em inglês.
Rodrigo Nogueira Rocha
2004

Pois é, Rodrigo. Sabe que isso me preocupa e me entristece também. Os idosos são como aquelas árvores enormes – poços de sabedoria e que merecem nosso respeito e reverência!
Kisses,

Nossa, como é que um poema desses consegue ser tão meigo e triste ao mesmo tempo? Sabe, depois de ler o poema fiquei imaginando uma senhorinha batendo na minha porta e fazendo essa pergunta. Fico imaginando como deve ser triste se sentir tão solitário assim, sem ter mais ninguém pra compartilhar as coisas e os momentos. Isso também faz pensar que devemos dar um pouco mais de atenção aos mais velhos, porque além do mais, eles passaram grande parte do tempo de vida deles nos fazendo companhia e ensinando as leis da vida.

Eu gostei do poema, afinal aprecio coisas um tanto tristes. Parto do pressuposto que as emoções são a inspiração de todo artista e que a tristeza é um dos sentimentos mais belos para a arte (sem menosprezar as outras emoções, claro). Acho que é porque sou bastante melancólica, sabe? Mas, como eu disse na aula, fiquei com muita pena da idosa desse poema porque ela só queria um pouquinho de atenção. Tenho uma vizinha que é assim e morro de pena quando ela bate a nossa porta puxando qualquer assunto.

Caroline Rieger-2004

Concordo, Gisele! Temos de cuidar mais de nossos velhinhos!

Pois, é, Caroline, eu também tenho pena e tento fazer a minha parte, na medida do possível, dando-lhes atenção.

essa senhora, e um tato carente neh…kkkk
mas a verdade prof. temos que dar mais atenção aos pessoal da 3° idade, e nao podemos esquecer q sem eles nao estaríamos aqui.

Eu achei tão triste, mas dessa forma que a gente percebe o quão importante eles são nas nossas vidas. Muita gente nem dá valor aos idosos e nem se lembram que um dia (talvez) irão chegar nessa idade e que pode acontecer a mesma coisa. Nossa, que triste. Deve ser muito triste ser sozinho e querer só um pouquinho de atenção. Mas as pessoas só dão o valor quando perdem, talvez aprendam um dia a amar e cuidar com todo carinho de alguém que só quer a nossa companhia.

Larissa 2002

Eu não gostei desse poema é muito triste, mas fazer o que ele é uma das varias realidades que acontecem no mundo mas que todo mundo finge que não existe, e coM CerteZa não só acontece isso com as pessoas de idade avançada, uma pessoa que acha que não se encaixa na sociedade ou sofre de depressão pode ocorrer essa mesma coisa, na minha opinião.

Poema muito bom, porém muito triste e também concordo com a Gisele fico imaginando o quão triste deve ser, você ser sozinha, sem alguem que você possa compartilhar seus sentimentos ou até mesmo que você possa conversar. Eu também não sei como as pessoas podem maltratar os velHinhos, fico vendo essas pessoas que batem e os espancam, o que elas tem no coração? Tudo bem que a gente as vezes ta um pouco sem paciencia, mas mesmo assim, isso nunca seria motivo pra fazer isso.

Tatiana Lemos – 2002

Pois é, Thiago, precisamos estar mais atentos aos que precisam de nós.

Por mais que eu não goste nem me sesibilize muito por coisas tristes, eu me senti sensibilizado pr este poema, pois coloquei a minha vó no papel da senhora e percebi que um dia todos estarão sujeitos a situações como essa, na minha opini~/ao não só o governo como a própria população poderiam criar uma maneira de fazer com que idosos continuem ativos na sociedade.

Alzair Manoel, n° 01 – Turma 2004

Eu li esse poema na atividade proposta em sala, não sabia que ele estava aqui no blog também. Durante a aula comentamos sobre ele e achei muito bom, pois é importante ressaltar o valor que os nossos velhinhos têm. É muito triste ver que algumas pessoas ainda tem a capacidade de judiar deles. Eu adoro conversar com pessoas idosas, além das informações, das histórias que contam. Na maioria das vezes são pessoas dóceis e que só querem um pouco de atenção.

Caryne Rossler
Turma: 2004

Today, two minutes are considered too important, people think: “Time is money”. And they live the life hastily. They, or us, don’t think how important two minutes can be if you spend it with someone who appreciate your presence. Let’s share our time!

It’s a little sad, because it’s about something real. Old people only want atention and love, but it seems that today’s people just can’t understand it.
(Too many mistakes, I’m sorry)

Willian Silva
T:2003
Nº37

Achei esse poema um pouco triste mesmo, pois pelo que eu interpretei, ele diz que os idosos as vezes embora parece inconveniencia, só querem um pouco de atenção, conforme a pessoa vai ficando mais velha, as veze ela vai ficando tambem mais solitaria, e isso pode ser muito dura para ela.
E só lembrando que nos devemos sempre respeitar os mais velhos, pois, mesmo que eles já estejam esclerosados, com a memoria ruim, etc, eles já viveram muito mais tempo do que você e tem uma experiencia de vida bem maior.

Raphael Guarnieri
Nº 24
Turma: 2003

Não considero o poema triste, nem tão bonito como foi dito anteriormente por algumas pessoas.

Acho que ele simplesmente retrata uma realidade. Que, obviamente, é triste e presente, comum. Mas que é ignorada e esquecida por muitas pessoas que vivem próximas dessa realidade, e isso é o que é realmente triste.

Acho que não deveríamos virar as costas para problemas como esse, e sim encará-los de frente da forma com que podemos. Seja ajudando direta ou indiretamente. Afinal, quem nunca ouviu aquela frase de ” Respeite os mais velhos ! ” ? Por quê não ” Ame os mais velhos ! ” ? Além de respeitá-los, poderíamos tratá-los com mais dignidade, amor, afeto e carinho. Eles merecem; ou ao menos, alguns deles.

Nome: Pedro Henrique G Galdino ( Nº 24 )
Turma: 2004

Este poema retrata hoje, o isolamento que os idosos sofrem atualmente,eu acho que todos deveriam se respeitar igualmente, independente da idade, se for negro,branco, claro, azul não importa todos somos iguais e devemos sempre respeitar os mais velhos, pois eles estão aqui primeiro e podem nos dar muita lição de vida, devido terem mais anos de experiência. São atravéS dos pequenos atos que podemos tranformar em imensas açôes então vamos começar agora na medida do possível a ser pessoas melhores e respeitar os próximos creio que esse mundo ainda será um lugar melhor de amor, paz e respeito :D

Nome :P aulo Afonso
Turma:2004
N°22

When we saw the poem in class, I found it super sweet, and it is sad. People forget they grow old and often do not care about the elderly. I do not have grandparents, but would love to have.

Depois de ler eu parei um tempo pra pensar. Nós estamos tão preocupados com o tempo, com problemas, que essa pequenas coisas são esquecidas, mas que no fundo faz falta, muita falta. Depois que o tempo passa é que vamos pensar como poderia ser tudo mais simples, tudo de um jeito mais satisfatório. É triste ler coisas assim, mas é o que nos faz parar um pouco e refletir, tentar achar uma resposta.

Temos que rever como nós tratamos os nossos velHinhos, o mundo precisa ser mais solidário, e isso não acontece em relação ao nossos idosos que um tempinho atras fizeram tanto por nós, e continuam fazendo até hoje, mesmo lhe faltando forças.

Artur Cavalcante – 2003

Esse poema me lembrou a minha avó, ela geralmente faz esse tipo de coisa para conseguir atenção. Fico triste por isso, pois deve ser muito chato querer conversar com alguém, e não ter ninguém para conversar .. Vou começar a dar mais atenção para ela, pois sei que ainda posso aprender bastante coisa com a minha vózinha querida =D

Leandro Barbosa – 2004

Que triste esse poema! Mas é a verdade, por que os idosos precisam de bastante atenção, precisam de alguém pra conversar e para fazer companhia. Eles são muito carentes, por que a maioria deles os filhos não ligam ou maltratam, o que é muito pior.

Esse post me chamou atenção, mais por causa da imagem que é do filme “O Castelo Animado”. Eu gosto muito desse filme. Rsrs.

Délis Silva – 2001

Délis,
Se você gosta do filme, deve ler também o livro que tem o mesmo nome: Castelo Animado de uma grande escritora britânica, Diana Wynne Jones!

Gostei do poema , apesar de muito triste . Mas podemos refletir sobre o assunto tratado no poema , nossos idosos precisam de atenção , até porque eles estão em um momento delicado da vida .Amo minha avó reconheço-a como uma mulher sábia e deve ser respeitada e ouvir o que ela tem a dizer.

Paula Herbella – 2002

Considero bobagem avaliar esse poema como triste, pois ele só nos alerta o que está de baixo dos nossos olhos e não vemos.
É dever do ser humano enfrentar os problemas de cabeça erguida e não se esconder atrás de asilos. Hoje em dia, diversos idosos são abandonados por seus familiares como se fossem meros animais de estimação, si é que se deve fazer isso com um animal.
Isso é uma tremenda falta de respeito pois é péssimo viver em extrema solidão onde ninguém o faça companhia nos momentos de solidão e saudade.

NOME : Kennede C.T. Junior
TURMA: 2003

Poxinha, que triste esse poema. O que é mais triste é saber que isso é a realidade algumas vezes. Os idosos Necessitam de carinho e atenção! Acho feio as pessoas que estão sempre ignorando os idosos. Temos que pensar como se fossemos nos. Será que alguem iria gostar de ser desprezado assim?
Temos que lembrar que um dia, nos que seremos os idosos da vez. :D

Laiana Jager – 2002

Poxa esse poema me lembra da minha bisavo, muitos poucos parentes dao atencao a ela. Ela mora sozinha e sempre se sente so, sempre que posso visito ela.

Muito bonito esse poema, porém triste. Minha vó não pede nem mais açúcar, tadinha. Mas é uma realidade dessa vida bandida, muitos idosos necessitam de mais atenção, pois são muito maltratados e desrespeitados por preconceito a sua idade. As pessoas deveriam ter mais compaixão e se preocupar com esses idosos, dar mais atenção, pois pela sua idade, eles já não tem o mesmo pique de quando eram jovens.

João Gabriel – Nº 16
Turma: 2001

Muito triste este poema, pois retrata uma situação real. Hoje em dia uma parte dos idoso estão abandonados pelas suas famílias “largados” em asilos ou morando sozinhos em suas casas, uma situação muito triste.

Nome: Marcos Viníicus da Costa Palhão Nº:23
Turma : 2003

Isso é lamentável, pois mostra o ponto que um ser humano pode chegar em busca de companhia, isso graças ao abandono dos próprios parentes ou por causa da falta de oportunidade de se relacionar com pessoas que se encontram na mesma situação.

Bruno Porto T: 2003

Acho a situação desse poema muito triste, o que a senhora faz para que possa conviver com outras pessoas, pedindo açúcar só para que tenha com quem conversar.
Mas acho acho que isso não se limite somente à estórias e também a vida real. Mas na minha opinião, pior do quem não tem com quem conversar é quem não tem abrigo nem o que comer.

Vinicio Paulo – Turma 2003

Poema triste que retrata a realidade dos nossos velhinhos carentes, acho que já notamos tal fato mas ignoramos, sempre encontro algum senhor querendo trocar idéia no ônibus, mas ninguém lhe da a devida atenção.

Alexander do Couto – 2003

não gostei do poema, é muito triste…. mas ele mostra a realidade de vários idosos do mundo inteiro:a solidão. Nossos idosos precisam de atenção e companhia !!!

Realmente, muito triste essa história. Deve demonstrar que essa senhora, assim como muitos outros velhinhos, sente falta de uma boa companhia. Realmente, muito triste.

Hiago – 2003

As pessoas hoje em dia sempre fazem algo esperando ter retorno, porém se as pessoas hoje compartilhassem o amor sem esperar nada em troca, este poema seria uma vaga ilusão na cabeça do poeta que o escreveu.

Vynicius Morais 2003

Oh, It’s so sad :S
I lost my great-grandmother a couple OF years ago. And my family was very careful and lovely with her. I think that old people want be HEARD and we need to stop a few minutes and listen TO them. Because one day we, If God letS US will be like them.

Name: Gabriela Mello Bueno Pereira
Turma:2001

Apesar de não gostar de poemas tristes, vejo que é sempre importante demonstrar aquilo que é verdade, a pior coisa no mundo é você guardar um sentimento ruim para si, e este só piorará você. Mais importante ainda é saber “retirar” isso da forma que mais lhe convém… e essa é uma verdade que geralmente nem todos enxergam.

Bem interessante esse poema, pois ele fala sobre a realidade de muito idosos e idosas que são abandonados pela família e que precisam de muito amor e carinho. Acho que todos deveriam refletir sobre isso e dar muito amor aos seus vovôs e vovós afinal quem não precisa de amor e carinho.

Stephane Soares – 2002

Realmente o poema é triste, mas ele trata de assunto um que nos ajuda a refletir. Será que temos dado um mínimo de atenção para os velhinhos? Depois desse poema estou pensando em até visitar minha vó que não vejo a tempos…

Vinícius Teixeira – 2003

Professora, muito legal, mas ele me deixo meio triste sei la, por que esse é ou pode ser o dia a dia de muitos idosos realmente. Eu concordo com muitos dos meus amigos, eu ja li que idosos são mais carentes de atenção do que crianças na maior parte do tempo e muitos deles vão sendo deixados de lado pela familia.

Nome: Ygor Tenorio
Turma: 2002

Realmente é bem triste, na verdade, é uma realidade que assola os idosos de todo o país. A maioria deles se sente muito solitário, sem ninguém pra conversar… Sei disso pois há bastante idosos no meu prédio e sempre me param pra conversar, sempre dou atenção, mas dá pra perceber a carencia deles para conversar e etc.

Matheus Maia, 2002

Não acredito, Vinícius! Espero que você realmente faça o que escreveu aqui! Eu adoraria ter as minhas avós aqui conosco!

I agree with you, Gabriela. I think your grandmother was lucky enough to have a loving and caring family. She is certainly resting in peace right now.

Realmente temos que parar um pouco pra pensar, esse poema nos faz refletir, o quanto eles precisam de carinho e amor como nós, eu fico impressionada quando vejo as reportagens dizendo dos maus tratos. Temos que cuidar melhor deles, pois como disseram acima, eles já fizeram muito por nós.

Laissa Menezes
2002

Professora, realmente é triste esse poema mas isso nos trás a uma realidade muito preocupante que é o abandono de idosos que muitas vezes são esquecidos até por quem eles mais dedicaram a sua vida. Me lembro de quando a minha mãe me contava sobre a minha bisavó que ajudou muito ela a cuidar de mim quando eu era bebê, por isso respeito muito meus avós.
AH e também, O castelo animado!! muito legal!

William Yukio 2002

Realmente muitas pessoas idosas podem se sentir muito solitárias, até porque muitas vezes seus filhos netos(parentes) podem não dar mais a mínima atenção para elas, depois de toda a vida muitas vezes cuidando atenciosamente das pessoas elas ainda deixam os idosos de lado , imagina isso nas mentes dessas pessoas, talvez seja esse o motivo pelo qual a moça do poema faça o que faz para chamar para si uma atenção que não tem de seus próprios familiares.

Bruno Leonardo – 203

É incrível isso professora eu tenho percebido que os idosos, por mais que seja um estereotipo, são realmente carentes. Hoje, 15/09, estava eu em frente a loja de doce que tem do lado da escola. E uma velinha começou a puxar assunto com a gente, conversar, criar amizade de verdade. Eu gosto muito de pessoas mais velhas, por isso minha mãe e minha avó nunca vão para um Asilo se for assim que se escreve asilo! U_U Ainda faturei com a senhora de hoje, me chamou de criolo bonito! (H)

é, realmente essa é a nossa realidade não é, quando envelhecem, ficam caducos, precisam de mais atenção, ficam dependentes, e quanto mais precisam de atenção, menos tem, poucos são aqueles que realmente cuidam de seus avós, bisavós, pai ou mãe. Uma vez minha vó me perguntou o que eu faria quando ela ficasse mais velhinha, ela disse que eu botaria ela num asilo :O Eu disse que não, haha .. que iria cuidar dela, assim como ela cuidou de mim, que iria contratar uma mulher lá, pra tomar conta enquanto eu estivesse trabalhando rs

Vítor, não deixe a sua bisa abandonada, tá.

Parabéns, Paula. Você certamente sabe fazer a sua vovó feliz! :-)

I hope you keep your promise to your grandma, Danilo!

Esse poema é triste e me deixa mais triste ainda, por me fazer lembrar a minha avó que já faleceu. Ela odiava e não queria de jeito nenhum ficar dependendo da gente, dizia que não queria ser um peso em nossas vidas e por isso não aceitou morar na minha casa e preferiu ir para o asilo onde morreu. Hoje eu e minha família nos culpamos muito por ter a deixado ir, pois não podíamos ficar indo lá direto para visitar – lá e hoje percebemos que ela morreu muito sozinha. Vou parar de escrever da minha vovozinha porque já estou chorando.
Acho que deveríamos cuidar mais dos idosos, pois no passado foram eles que cuidaram da gente, se não fossem nossas avós e avôs até mesmo nossos pais, não seriamos o que somos hoje.

Gracielly Sampaio – 2002

Gracielly,
Sabe o que você faz? Reze sempre por sua avó e guarde as boas e doces lembranças dela. É isso que fica!

Que lindo, Diego! Você está certíssimo! Nunca menospreze sua mãe e avó. Família é tudo!

É uma pena que grande parte dos idosos de nosso país venham sendo negligenciados por tantas pessoas. Como se não bastasse a falta de atenção por parte de nossos governantes, ainda sofrem, por vezes, com o desleixo de seus familiares.

Gabriel Matt – 2004

Muito triste esse poema, mas, mais triste que ele, é saber que essa é uma realidade. Eu infelizmente vivo presenciando situações como a da velhinha do poema, e sempre que posso, paro para dar atenção, não só ao idoso, pois acho que todos merecem carinho.

Gabriel da Hora Turma 2001

Bom saber, Gabriel da Hora!

É bem triste o poema, e esse poema retrata uma situação que muitos idosos devem passar por ai, eles precisam de muita atenção e carinho, e não serem abandonados e maltratados como se fossem ninguém.

Rodrigo Cardoso Garcez Fiaux n°.: 26
Turma: 2003

Me dói muito ver maus tratos com idosos. E esse poema me trouxe a mente esse tipo de atitude, principalmente pela velHInha estar pedindo açúcar, e ninguém dAR atenção para ela.
Por que será que quando as pessoas ficam velhas, nós desdenhamos delas? Só porque não podem fazer mais as mesmas coisas que nós? Ou porque achamos que elas ficam resmungonas? Aposto que se déssemos carinho para elas, não seriam assim.
Eu simplesmente AMO conversar com os meus avós, eles sempre me contam várias histórias de como era antigamente. Minha bisavó que hj tem 89 anos me conta da época da segunda guerra mundial, da época da ditadura, e eu adoro ouvir essas coisas.

Mariani Macedo
Turma: 2001

Guilherme Paixão – Turma:2002
é triste ver isso, mas o pior que irá custar para mudar essa situação, por isso cabe a cada um de nós sermos diferentes.

É um poema triste e para piorar ele ainda e uma realidade, coisas desse tipo deveriam nos fazer pensar e repensar, pois nada e nem ninguém deverias passar por tais situações.

Lucas Mathias – 2003

Achei muito triste esse poema, e o pior é saber que isso é uma realidade. Infelizmente alguns idosos ficam esquecidos até pela sua própria família, e acabam se sentindo muito sozinhos, precisando de atenção e carinho. Temos que ter conciência que daqui a um tempo nós que vamos ser os idosos, então não façam com eles, o que não querem que façam com vocês.

Lisa Mara Turma: 2002

To pensativo…. hasuahsausah
esse poema me deixou bastante estranho!!!
será que vai acontecer comigo e com os meus amigos, o que acontece com essa senhora?

Esta é a realidade de muitos idosos que só pedem por um pouco de atenção. O que mais me aborrece é que eles já fizeram tanto por nós e algumas pessoas simplesmente os ignoram, sem nem ao menos pensar que um dia estarão no lugar deles.

Alan Rocha Garçone Nº: 02
Turma: 2003

Esse poema é bem triste, pois mostra a condição que alguns idosos passam. É um absurdo o que eles passam pois eles são pessoas como nos e não merecem ser maltratados.

Heitor Santos Vallim da Silva Nº 17 Turma: 2003

O poema não é muito legal, pois fala de um problema que realmente acontece, porque a cada dia que passa as pessoas vão ficando mais velhas e suas familias nao querem mais sua companhia, entao deciodem colocar em um asilo, e os idosos acabam sendo esquecidos pelos familiares.

Natalia Sevilha
Turma:2002

Que poema tristinho, rs! Mas é tão “doce” ao mesmo tempo.. não sei se doce seria a palavra certa. É meio estranho ser triste e doce ao mesmo tempo, mas foi o que eu senti quando li!
Realmente, devem existir muitos idosos que passam por isso. Inclusive eu já presenciei uma cena como essa, e é bem triste, porem nada doce! Acredito que essa sensação venha da forma como o poema foi escrito!
Achei uma graça esse poema, e acho que foi a primeira vez que li um poema em ingles =)

Taiana Medeiros – 2001

PROFESSORA COMENTEI DE NOVO PQ NO MEU ULTIMO POST TEVE UM ERRO NA DIGITAÇÃO DO MEU NOME OBRIGADO DESDE JÁ ABRAÇOS :D

Este poema retrata hoje, o isolamento que os idosos sofrem atualmente,eu acho que todos deveriam se respeitar igualmente, independente da idade, se for negro,branco, claro, azul não importa todos somos iguais e devemos sempre respeitar os mais velhos, pois eles estão aqui primeiro e podem nos dar muita lição de vida, devido terem mais anos de experiência. São atravéS dos pequenos atos que podemos tranformar em imensas açôes então vamos começar agora na medida do possível a ser pessoas melhores e respeitar os próximos creio que esse mundo ainda será um lugar melhor de amor, paz e respeito

Nome Paulo Afonso
Turma:2004
N°22

Eita. Coitada da senhora.
O pior é que existe isso pelo mundo.
Temos que tomar com deles.

João Paulo
T: 2004

Muito triste !!! porém é uma realidade que acontece em todo o mundo, isso que é mais triste ainda, filhos que maltratam os pais. Esses filhos eram para ser eternamente gratos por terem recebidos os cuidados
quando eram pequenos .

Adriano Monteiro

2003

Que poema triste! É difícil pensar que lá na Índia dão muito valor para pessoas velhas, consideradas importantes por suas experiências de vida e aqui não, é uma terrível realidade, todos merecem atenção, até mesmo os vovôs e vovós.

Gabriella Pecsén – 2004

Que poeminha triste, mas é a realidade. Hoje os idosos são dispensados, casos em que a própria família os botam em abrigos e não voltam para visita-los, de adolescentes que tratam mal os idosos… as pessoas ignoram a existencia deles. Mal sabem que os idosos são os mais experientes embora ainda tenham o que aprender. Muitos acham que basta apenas lhe dar as coisas materias, idosos precisam de amor, carinho, atenção, paciência… Ao escrever lembrei dos meus avós, do quanto os amo. Eles são minha vida e tenho o orgulho de dizer que não são apenas meus avós e sim meus primeiros pais.

Hoje em dia ficar depende de alguem, é horrivel e principalmente quando você já está velhinho, os jovens dessa geração, deveriam respeitar essa geração que vive de uma maneira tão calma.

Professora realmente e bem triste ler um poema desses, pois nós mesmos sabemos que os idosos vão realmente sendo deixados de lado, mais isso nunca vai acontecer com a minha vó pois eu sempre estarei ao lado dela sempre que ela precisar de mim, pois ela e a mulher mais importante da minha vida.

Daniel Oliveira
Turma:2002

Growing old, why do many people see it as a problem? It’s just a part of our life cycle. It’s precisely at this stage that people need attention, affection and compassion, whether by friends or family. We, especially young people, wake up and take a normal day without thinking about what will happen with us, sometimes we let very important things pass without receiving proper attention. When you’re sitting on the bus, for example, after a tiring day and an older person starts talking to you, you act inadequately, just thinking about goING home soon, sleep and face another stressful day, just think about us. Everything can happen to that person. When people get older, one of the worst things is the weakness that people FACE (?) and little things can be fatal. We need to stop being so ignorant and look around us, people need more attention, more than anything else. Aging isn’t a defect, a problem, aging is a gift that is only given to those who have lived a long life without letting anything to cut down. One day we will be asking two minutes of attention, think about it.

Marcelle Gomes, 2002.

poxa o poema é bem triste. Nós devemos cuidar dos nossos velhinhos, porque a maioria dos velhinhos são muito carinhosos é só da atenção pra eles.

Rodrigo Ventura
2001

Não acho esse poema triste, só mostra a verdade, se ele vai ter um fim triste ou não só depende de cada um de nós. Pelo menos uma vez na semana costumo ir ver à minha vó que está um tanto doente, ela fica até feliz, peço para que ela me conte histórias da sua juventude, e ela fica sonhadora e feliz . Porque não terminar esse poema assim, um tanto alegre?!

Só ressaltando um pequeno detalhe para quem não sabe: Esta velhinha da imagem é a Sophie do filme/anime “O Castelo Animado”, ela era jovem e foi transformada em uma velha por uma bruxa ciumenta. De início achei que a imagem não tinha a ver com o poema, mas depois lembrei quem era e do que ela passou no filme quando virou velha. Teve até que se fingir de faxineira!!! A solidão de alguns idosos é de dar pena… sempre que algum fala comigo tento dar o máximo de atenção, pois também quero amigos quando passar dos 65!

Daniel Oliveira,

Que lindo o que você disse sobre sua avó! Demonstre sempre este amor por ela!

Que lindo, Kyanna!

Jean,
Você não entendeu? Ela pede açúcar ao vizinho, mas o que ela quer mesmo é um pouco de atenção…

Legal, Mariani, espero que você possa desfrutar desses momentos únicos com a sua avó!

Marcelle,

You’re doing great with your English! :-) Congratulations!

thanks for sharing the post.http://www.divulgaemail.com

Leave a response

Your response: