2nd out, 2010

Palavras… Words…

Palavras são como estrelas, facas ou flores…

Elas têm raízes, pétalas, espinhos.

São lisas, ásperas, leves ou densas.

Para acordá-las, basta um sopro em sua alma e

como pássaros vão encontrar seu caminho….

Roseana Murray

Do you like to read poems in Portuguese?  I will post some easy but nice poems in English for you as well, ok?

Roseana Murray is a Brazilian writer and poet. She writes for children and young adults. Actually, she writes for all of us, human beings!

Responses

Adorei o poema acima sobre palavras.
Acredito que só ouvimos ”palavras que plantamos”.
É difícil explicar isto, mas funciona assim: se algum dia, chegarmos num lugar qualquer, precisamos plantar um bom relacionamento e esta ”plantação” se dar através de nossas atitudes e principalmente palavras. Então jamais devemos chegar autoritariamente em um lugar, mesmo que esta autoridade seja nossa por direito. A vida é feita de conquistas, recebemos aquilo que damos. Isso se aplica a palavras, elogios, presentes e etc.
Porque já dizia meus antepassados,
”Quem fala como não deve ou o que não deve, também ouvirá o que não quer! E plante o amor, paz, bom convivio, educação, delicadeza e principalmente a verdade (sem ironia e sem faltar o respeito) , para colhermos o mesmo, na mesma proporção ou até mais!”
Rhayanne, 3002.

Que bom que você gostou! Eu gosto muito da Roseana Murray. Ela tem vários livros publicados. Dê um pulinho no site dela para conhecê-la, caso não a conheça.
Quanto ao seu questionamento, eu não sei se ouvimos somente ‘palavras que plantamos’. Muitas vezes, há pessoas que plantam o bem e ouvem palavras que cortam como faca, como a Roseana diz em seu poema. Vejam o exemplo de Jesus. Ele ouviu cada absurdo. Mas disse palavras que plantavam o bem.
Mas concordo com a segunda parte: meus pais, avós sempre disseram o mesmo, pois os mais velhos muitas vezes carregam a sabedoria das palavras em seus corações, não é mesmo? Portanto, quem fala como não deve ou o que não deve, certamente também ouvirá o que não quer…
Uma coisa é certa: conforme o tempo passa e vamos amadurecendo mais, vamos entendendo a importância das palavras que proferimos. Li outra vez algo que não mais esqueci: ‘temos de ter muito cuidado com as palavras que saem de nossa boca’. Isso na verdade está na Bíblia também.
E a Roseana soube traduzir com tamanha beleza, quase que como num sopro muito suave, a melodia das palavras, a força, as cores delas também – os caminhos que as palavras seguem, como num rio podem ser sinuosos, mas também podem ser acolhedores.
Enfim, é um poema que amo e guardo como uma espécie de mantra. E por isso, gostaria de compartilhar com vocês. Na língua inglesa também existem poemas muito bonitos e marcantes. E depois escolherei alguns para colocar aqui para vocês.
Bom questionamento! A poesia nos faz viajar. :-)

Leave a response

Your response: